Hal Foster – O Cavaleiro dos Quadrinhos

Este é um mestre que eu criminosamente demorei pracarai para falar aqui no blog!

Harold Rudolph Foster nasceu no Canadá no final do século XIX, época em que as histórias em quadrinhos mal existiam! Na época que começou a desenhar, “comics” tinha uma razão de ter esse nome: a maioria das paradas eram gags e cartuns humorísticos. Por isso ele não levou muito a sério a área e decidiu não investir seu talento – que ele conseguiu após suados e dificultosos anos trabalhando e estudando em escolas de arte longínquoas – nela… por enquanto!

No começo trabalhava como ilustrador e desenhava para revistas diversas, até que foi convidado para desenhar “Tarzan”, uma das primeiras hqs “sérias” publicadas nos Estados Unidos. No entanto, apesar do grande sucesso que o personagem conseguiu graças ao seu traço e suas habilidades narrativas, Foster decidiu tirar o seu de lá e partir para um projeto mais ousado: um projeto autoral chamado Principe Valente.

Com uma arte que elevou e MUITO o nível dos comics americanos (que no início do século XX eram basicamente cartuns estilizados), o jovem cavaleiro alcançou sucesso rapidamente. Mestre Hal inclusive até evitava de colocar balões nos quadros de Principe Valente para não depreciar sua arte – que era uma das melhores na época. Sua HQ fez história e rodou o mundo, aportando e ganhando fãs fervorosos inclusive no Brasil. A fama foi tamanha que ele foi eleito um membro da Great Britain’s Royal Society of Arts… quase um título de cavaleiro dos ilustradores!

Veja abaixo o traço do cara, principalmente nas cenas de luta de vários cavaleiros e cavalos matando uns aos outros. Mandava bem pra caralho!

6 comentários em “Hal Foster – O Cavaleiro dos Quadrinhos

  1. Monique disse:

    Foster foi um artista fora de série ontem (e hoje), tem muito fanboy candidato a desenhista que nem conhece esse mestre mas babam por uns artistas… se estudassem ESSE cara, o nível da arte nos quadrinhos de hoje ia sobir bastante.

    Como eu ví que vc está colocando outros artistas, queria sujerir um: Gustave Doré, que é fantástico, não foi um quadrinhista mas influenciou uma pá de gente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s