Gerda Wegener – Eros

Nos séculos passados a maioria esmagadora (para não dizer a totalidade) de artistas que faziam trabalho erótico eram homens. Nenhuma mulher decente faria este tipo de arte pervertida (alias, “mulheres decentes” não podiam fazer nada!).

Porém, estreando a categoria da Dinamarca no blog, conheceremos a dama Gerda Wegener!

Esta autora não só teve uma carreira interessante, mas uma vida pessoal muito interessante. Era filha de um pastor evangélico (!) e foi casada com Einer Wegener, que posava para ela em trajes femininos… e acabou por criar a personalidade de Lili, mais tarde se assumindo como transsexual.

No início do século XX operações de trocas de sexo eram raras, perigosas e proibidas em alguns países. Lili faleceu após complicações pós-operatórias na sexta cirurgia. Mesmo assim, Einer/Lili foi sempre apoiado(a) pela sua mulher Gerda durante todo este processo.

Infelizmente, logo após ficar viúva, a obra da artista acabou ficando um pouco demodé diante de outros novos e vigorosos artistas eróticos que surgiram e ela acabou morrendo na pobreza.

Mesmo assim sua arte ficou e vamos apreciá-la agora!

g0 g1 g2 g3 g4 g5 g6 g7 g8 g9

Um comentário em “Gerda Wegener – Eros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s