Suehiro Maruo & Kazuichi Hanawa – Belo e Grotesco

EDITADO: Hããã, pessoas, conforme um dos nossos leitores apontou, algumas destas pranchas pertencem à Kazuichi Hanawa!

As do Maruo são: a da Chapeuzinho Vermelho, das meninas com a cobra, do Hitler, da menina de vestido amarelo segurando a cruz judaica e do homem de gravata azul. Sorry a nossa falha!

…………………..

Conhecido por suas ilustras macabras, sanguinolentas, gore e todos os adjetivos possíveis para classificar filmes de terror/pornográfico B, Shuehiro Maruo tem uma quantidade pequena, mas fiel de fãs que adora as suas pirações.

Nesta sequencia especial de ilustras que irei apresentar no blog você confere as pranchas que o malucão fez baseadas em lendas perversas orientais e ocidentais, além de acontecimentos traumáticos da história e crimes policiais notórios. Nem Hitler nem Chapeuzinho Vermelho escaparam! Todas feitas como se fossem aquelas ilustrações antigas da pintura japonesa tradicional. Apreciem… sem moderação. Pois o que não tem na obra deste japa é moderação!

Caravaggio – Vá pela Sombra

Adoro o estilo de pintura barroca. Para estudantes de artes que precisam treinar luz e sombra não há maneira melhor.

Por isso hora da aula! Professor Michelangelo Merisi da Caravaggio vai nos ensinar tudo o que precisamos! Mais um destes mestres italianos clássicos que a gente TEM que revisitar, não importa quanto tempo se passe. Sua bela técnica de “chiaroescuro”, sua anatomia perfeita dos personagens, as composições. Enfim!

Aqui, como sempre, tem apenas uma amostra. Busquem por mais artes deste cara!

Paul Pope – Unindo Universos

Paul Pope, embora americano, já trabalhou na japa desenhando mangás. Apesar do seu estilo de desenho que casa mais com o alternativo yankee, sua narrativa fagocitou um bocado do estilo do oriente enquanto esteve trampando para a editoras do Velho Yamato.

Voltou para os Isteites e desenhou hqs indies e também um pouco de heróis mainstream – mas sempre com seu toque alternativo. Seus trampos masi famosos são Batman ano 100 e 100% Confira abaixo algumas das suas belas pranchas!

Serpieri – Seguidores de Onã

Mais um desenhista de hqs sacanas.

O nome do safado da vez é Paolo Eleuteri Serpieri – autor de hqs eróticas e italiano (isso já está virando um pleonasmo), sendo sua personagem mais conhecida a safada Druuna. Um dos mais conhecidos do ramo não apenas pela putaria, mas pelo seu trampo fodástico com hachuras. Em qualquer escola de desenho que se preze tem pelo menos um álbum do cara – com o intuito de apenas ensinar aos alunos como trabalhar com a técnica hachurada. Geralmente é o material de referência mais amassado e zoado da gibiteca…

Apreciem sua arte. De preferência com a porta do quarto chaveada.

Marta Madureira – Ilustradora da terrinha

Não acredito! Tanto tempo temos de blog e eu ainda não publiquei a arte de nenhum Tuga aqui! Alias, se conheceres mais ilustradores portugueses foderosos, por favor, apresenta para mim! Quero conhece-los!

Hoje é a vez de Marta Madureira. Ilustradora de livros infantis, possui uma técnica abstrata bela e agradável. Formada pela Faculdade de Belas Artes do Porto (um lugar que eu espero conhecer um dia), notobilizou-se pelo seu estilo “quadradão”. Surreal e de bom gosto.

Apreciem a arte da moça aqui.

Sean Phillips – Quem vê Capa vê Coração

Sean Phillips é um capista foda, como a maioria dos grandes capistas. Mas só uma pequena parcela deles se dá ao trabalho de desenhar o miolo das hqs. Uma pena!

Mas felizmente este é o caso de Sean Phillips, que também já desenhou algumas páginas de várias séries, como Incognito. É muito reconfortante você pegar uma hq, ver a capa genial, abri-la e descobrir que SIM é o mesmo artista que desenha as páginas! Algo cada vez mais raro nos comics americanos.

Vamos curtir a bela obra deste inglês logo abaixo!