Beatrix Potter – Contos de Coelhos

Se você é velho o suficiente para ter assistido a TV Cultura em seus tempos áureos, deve saber que a emissora se especializou em programação infantil durante um bom tempo. E um dos programas que eu costumava assistir eram “As História de Peter Rabbit”, um desenho animado bem bacaninha.

Esta série contava as histórias que a autora inglesa Beatrix Potter escrevia para as crianças através de cartas, todas lindamente ilustradas com a mão dela. Suas histórias ganharam fama e foram editadas em livros. O seu jeito todo especial de inventar fábulas e recontar outras pré existentes cativava o público.

Abaixo você terá uma amostra do belo trabalho da autora. Aprecie!

 

Mel Crawford – Doce Infância

Quando eu ouvi o nome deste ilustrador pela primeira vez achei que era uma mina. Mas não, era um mano.

Mestre Mel Crawford foi um ilustrador canadense que fez a alegria da criançada americana nos “anos de ouro” dos quadrinhos, fazendo belíssimas ilustrações para gibis e livros infantis. O cara tinha um traço muito gostoso de se apreciar e que casava bem com os temas da época.

Você pode conferir várias caras famosas abaixo, como Zé Colmeia, os Flintones, Tio Patinhas, Luluzinha e várias outras celebridades dos quadrinhos para a petizada. Tenho certeza que você já curtiu pelo menos um deles. Aprecie!

Valeria Docampo – Fofísse

Ok! Hoje vamos conhecer a ilustradora argentina Valéria Docampo!

Ela é especializada em artes para livros infantis, algo que ela faz com primazia em seu estilo fofinho e com métodos analógicos de pintura. Ela até já ganhou prêmios internacionais como desenhadora destas paradinhas e é relativamente famosa no mundo editorial internacional.

Você pode conferir algumas belas imagens oníricas e bunitinhas que ela faz logo abaixo!

Yoonji Hong – Fantasia Fofinha

Hoje é dia de conhecer mestra Yoonji Hong, ilustradora e concept designer em diversas companhias de games coreanas.

Como vocês vão conferir abaixo, o traço dela é todo bonitinho! Não há muita informação sobre ela, mas temos estas belas pranchas da moça para exibir.

Seu estilo é suave e cartunizado, bem fofo mesmo!

Carl Brenders – Feras Fofas

Hora de conhecermos mais um artista foderoso!

Mestre Brenders é um naturalista belga, além de pintor de mão cheia. Ele adora natureza e adora pintá-la! Como vocês poderão ver nas telas abaixo, o cara manja muito! E seu estilo é bem realista – principalmente quando desenha bichinhos fofinhos! E a vegetação que ele pinta também é matadora de tão perfeita!

Você pode conferir uma amostra do trampo do cara abaixo!

Arthur Elsley – Dog Person

Hoje vamos conhecer mestre Elsley, pintor inglês do final da época vitoriana.

Durante sua vida, ele conquistou grande popularidade com seus belos quadros, retratando a vida cotidiana de maneira bela. Uma característica marcante do seu trabalho é que 80% das suas telas têm um cachorro (ou mais de um) em diversas situações. Ele também curtia muito desenhar crianças.

Apreciem o trabalho do cara logo abaixo e sintam a agradável sensação de “estar em casa” com suas belas obras!

Tyrus Wong – Inspiração Animal

Existem muitos artistas que tocaram nossas infâncias e cuja existência nunca soubemos. Grandes animadores que trabalharam nos nossos desenhos animados favoritos, escritores de histórias em quadrinhos nunca creditados, pequenos gênios anônimos por toda a parte.

Mas alguns chegam à luz, como o mestre louva-deus Tyrus Wong. Nascido na China em 1910, emigrou para os Estados Unidos com os pais quando tinha 9 anos. Tornou-se um grande artista e, na década de 30, trabalhou nos estúdios Disney como um “rabiscador inspiracional”  onde suas belíssimas pinturas de florestas e cervos serviram de base para o filme de animação Bambi.

Ah, mas ele não ficou só nessa: também pintou vários quadros, foi muralista e até se dedicou, após a aposentadoria, em fazer pipas artísticas! Veja abaixo uma amostra do trampo do cara!

bambi-1 bambi-2 bambi-3 bambi-4 bambi-5

 

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

imaginary-landscape-no-1 TWong tyrus-wong_warner-bros_edge-of-gorge

Wong's style focused more on evoking emotion than capturing a photographic reproduction of nature.