Jussara Nunes – ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Hoje é o Dia do Caô!

O dia da pegadinha!

Por isto, ao invés de eu trazer para vocês uma(o) mestre foda e renomada(o) das ilustras, vocês vão conhecer o trabalho… meu!

Reuni aqui o melhor de mim! Minhas melhores ilustras! Espero que gostem! E não se esqueçam de conferir meu portifas AQUI e o meu Tumblr AQUI!

Este aqui é uma página de uma história que eu fiz ano passado para o Silent Manga Awards 7!

Você pode conferir a história, sem balões, AQUI!

AH, SIM!!! E com esta última ilustra, não deixem de conferir a minha hq no TAPAS: Hagakiri! – não esqueça de dar uma olhadinha no meu trabalho AQUI!!!

J C Leyendecker – Avô dos Mestres

Nesta véspera de natal, temos um repeteco de um velho conhecido que há MUITO merecia uma revisitada. Um dos mais influenciadores ilustradores de todos os tempos, à ponto até do fodão Rockwell ter bebido das fontes do cara no começo da carreira!

Joseph Christian Leyendecker é mais conhecido pelo seu personagem The Arrow Collar Man, era o típico ideal do americano no início do século XX (embora corre à raia miúda que era uma forma beeeeem sutil de colocar referências ao mundo gay naquela época tão homofóbica). Suas capas para a Saturday Evening Post, mais de 400 entre 1896 e 1950.

Abaixo, você confere mais artes deste verdadeiro monstro das ilustras!

Shane Wolf – Pele em tela

É tão legal desenhar gente pelada! E o mais legal é quando você conhece pessoas que também curtem isto!

Mounsieur Wolf é dos meus! Ele curte pintar gente como veio ao mundo (e uns poucos com roupas) e tem um estilo de traço que lembra bem os grandes clássicos! Suas telas são muito bonitas e orgânicas!

Você pode conferir abaixo!

Egon Schiele – Mixed Emotions

Classicões estão em falta no blog, então bora conhecer mais um.

Este austríaco é parça dos expressionistas, para quem não manja: um movimento onde a representação da emoção é muito mais importante do que da figura. A prioridade é mostrar o sentimento ao invés da imagem.

Egon fez uma porrada de autorretratos esquisitos, além de representações de pessoas desde a burguesia até a latrina social. mas ele também sabia fazer o traço “clássico” e as pinturas tradicionais, mas quem liga para mais do mesmo?

Bora ver as artes loucas do maluco aqui!

9.-Egon-Schiele-Self-Portrait-with-Arm-Twisted-above-Head-1910 after-egon-schiele-with-hands-on-chest-1910 download Egon_Schiele_-_Zwei_sich_umarmende_Frauen_-_1911 egon_schiele_020 Egon_Schiele_046 Egon_Schiele_060 Egon_Schiele_20111108_bo_04 Egon_Schiele_20111108_bo_06 Egon_Schiele_20111108_bo_09 Egon-Schiele-Woman-with-Homunculus-1910 larger (1) larger (2) larger (3) larger

Monique Novaes – There’s a light that never goes out

Querida amiga Monique…

A arte é como uma luz que ilumina a raça humana – a única coisa que, efetivamente, nos diferencia dos outros animais (até agora…). Mas sei o quanto, às vezes, manter esta luz acesa é desafiador.

Todos nós temos nossos contratempos – dos quais eu sempre vou acreditar que são apenas testes para nos tornarem mais fortes e mais atentos ao que nós mesmos estamos trazendo para nossas vidas. Alguns golpes que a vida lhe deu foram mais duros que outros, principalmente na área da sua profissão de sonho: a ilustração e os quadrinhos. Você teve muitas dificuldades e frustrações como desenhista, algumas das quais eu testemunhei anos atrás. E embora os compromissos da vida tenham nos distanciado, ainda sinto-me muito conectada à sua bela arte.

Ninguém deixa de ser artista só porque não trabalha mais nesta área. Portanto, embora o túnel possa ser longo e escuro, mantenha sempre esta luzinha acesa do seu desenho consigo! Ela sempre vai iluminar alguém!

Eis aqui a publicação de algumas ilustras lindas que você fez.

monique (8) monique (9) monique (10) monique (11) monique (12) monique (13) monique (14) monique (15) monique (16) monique (17) monique (18) monique (100) monique (200) pgaia-p31 pgaia-p32 pgaia-p33 1 monique (2) monique (3) monique (4) monique (5) monique (6)