Al Parker – Estilo Anos 50

Existem grandes ilustradores mestrões dos “Anos Dourados” da ilustração (anos 30-60) que ainda não pintaram por aqui! Vamos falar de mestre Al Parker!

O cara definiu todo um estilo gráfico inovador nos anos 40. Seu estilo era bem pictórico e revolucionário, para os padrões da época. Ele criou diversas soluções visuais curiosas e que influenciaram muitos ilustradores que vieram depois dele! Sem falar que o cara também era manjão de design, sempre incorporando os dois talentos (antigamente designer era designer e ilustrador era ilustrador).

Mas não acreditem em minhas palavras, confiram com seus próprios olhos as artes do moço!

Hy Hintermeister – Dias Felizes

Sempre há espaço neste blog para aqueles grandes artistas que retratam a vida idealizada e feliz que nós tanto queremos! Não se trata de “negar a realidade”, mas de enxergar e ser grato pelas pequenas coisas boas da vida, que podem ser muito grandes dependendo do modo como você olha! Decerto, aqueles que vêem a vida só como um mar cinza são os que realmente estão negando a realidade!

Vamos ver mais alguns belos quadros da dupla John Henry e Henry Hintermeister!

Bob Ross – Artista Pop

Hoje, seria o aniversário de 75 anos do pintor Bob Ross, um dos pintores mais populares e cultuados dos Estados Unidos! E por que, ele era um gênio? Bem, de certa forma, sim!

Robert Norman “Bob” Ross foi o apresentador da série de televisão The Joy of Painting. O programa foi exibido de 1983 até 1994. Na telinha, o pintor mostrava o passo-a-passo da confecção de uma pintura a óleo. A sua imensa maioria de paisagens. Graças à sua fama, a pintura a óleo se tornou um hobbie comum entre “pessoas normais”, que eram capazes de pintar belíssimos quadros com suas dicas.

Nos últimos anos, Ross foi redescoberto por uma nova geração e seus videos apareceram às toneladas no youtube, como este abaixo. E, realmente, o modo como ele pinta e explica os macetes é muito relaxante!

Você também pode conferir outras de suas incríveis telas logo abaixo! Embora, eu devo admitir, é muito mais divertido ver ele pintando. O youtube está cheio de videos dele, todos em inglês – mas mesmo que você não manje do idioma, os videos são bem autoexplicativos. Aprecie, também, a Alegria de Pintar!

Francesca Woodman – Fotografia Assombrada

São muitas as histórias trágicas de grandes talentos artísticos que se perderam vítimas da autodestruição. Hoje, vamos conhecer uma jovem fotógrafa que abreviou sua curta vida com apenas 22 anos, deixando para trás um rastro de fotos assombradas: Francesca Woodman.

A jovem começou a clicar com 13 anos e se especializou em fazer retratos (muitos deles com ela própria) de cunho misterioso, documentário e semi erótico. Ela se formou numa escola de artes na Itália e vivia rodeada de artistas e seus excessos nos estranhos e depressivos anos 70.

Francesca não deixou bilhete de suicídio, de modo que o verdadeiro motivo do seu ato permanecerá um mistério – assim como suas fotos.

Francesca-Woodman

1-heart-shaped-bricks-ii-greg-allum

cat Francesca-Woodman_1 Francesca-Woodman_2

0a

Francesca-Woodman_3 Francesca-Woodman_9 Francesca-Woodman_11 Francesca-Woodman_12

0b 0c 0d 0e 0f 0g 0h 0i 0j

Francesca-Woodman_13 Francesca-Woodman_14-600x601 Francesca-Woodman_16 Francesca-Woodman_17 Francesca-Woodman_18 Francesca-Woodman_21 Francesca-Woodman_22 Francesca-Woodman_25 Francesca-Woodman_26 Francesca-Woodman_29 Francesca-Woodman_32 Francesca-Woodman_37

0l

0m

Alex Horley – Aprendendo com os Monstros

Vocês que conhecem este blog há uma cara, sabem que, durante um bom tempo, mestre Frank Frazetta foi nosso habitué! E, atualmente, temos o monstrão Simon Bisley como o nosso mestre de cerimônias atual.

Hoje, vamos apresentar um artista que bebe da fonte destes dois fodões.

Alex Horley também ilustra muitos temas de fantasia dark, além de outros estilos, cujas pranchas lembram muito a estética dos quadrinhos BAMFs dos anos 70 e 80. E o mais legal é que ele se mantêm no estilo “analógico”, pintando com tinta e tudo!

Observem uma amostra do trampo do cara logo abaixo!

Basil Gogos – Retratando Monstros

Como é?! Quatro… QUATRO fucking posts na mesma semana?! Pois é!

Este não teve como esperar: resolvemos fazer uma homenagem ao mestre Basil Gogos, que faleceu anteontem. Ilustrador conhecido pelos incríveis retratos que fez de vários monstros do cinema, tendo suas pinturas em destaque em várias revistas de entretenimento nas décadas de 60 e 70.

Seu estilão brincava com a luz e sombra e também com as cores de forma vibrante e tétrica. Muitos dos seus temas eram de filmes preto-e-branco, aonde ele podia reimaginar a colorização como queria!

Veja abaixo uma amostra do trampo do mestre:

Wallace Berman – Beat Designer

Apesar de terem sido eventos tristíssimos, poucas coisas contribuíram tanto para a evolução artística, médica e tecnológica no mundo do que as duas grandes guerras mundiais.

Enquanto nos anos 20 e 30 tivemos a revolução da “Flaming Generation”, nos anos 40 e 50 conhecemos a “Beat Generation” – jovens, alguns deles veteranos de guerra, que perceberam que o mundo antigo precisava mudar com urgência. Eles cantaram a poesia e a liberdade de expressão acima do som das metralhadoras, permeando os primeiros anos da Guerra Fria com uma estética intimidadoramente nova e provocante.

Nos Estados Unidos, houve muitos baluartes desta época. Um deles foi Wallace Berman, que revolucionou a arte visual do país, abrindo caminho para a Pop Art e para outros revolucionários nas décadas seguintes.

Seus trabalhos misturavam foto, tipografia, poesia escrita e outras mídias para compor peças que influenciaram todos os “descolados” nas artes até os dias de hoje. Até mesmo os Beatles lhe prestaram uma homenagem no album Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, onde uma foto dele aparece acima de george Harrison, próximo ao Tom Curtis.

Confira abaixo algumas obras do maluco e perceba o quanto ele ainda influencia a arte visual até hoje.