Capas! – Shonen Jump

Povinho, eu estava pensando… depois de incluir galeria de fotos aqui no blog, o que cês acham de uma galeria de capas?

Por que, às vezes, eu vejo umas ilustras fodas de uns caras fodas, MAS não necessariamente a galeria toda do cara é digna de nota. Ou pior ainda: vejo umas ilustras da hora em umas revistas antigas e não acho o autor…

Sem falar, é claro, que algumas revistas antigas tem umas diagramações mutcho locas! E por isto eu irei exibir para você algumas das capas mais antigas da mítica revista Shonen Jump! É interessante notar como a diagramação desta revista (alias da maioria das revistas japas) era sempre super poluída! Talvez porque, devido à complexidade dos seus caracteres para leitura e escrita, os olhos dos japoneses já estariam mais “acostumados” à poluição visual.

Edições que aparecem nesta leva são dos anos de 1968, 1969 e 1970  e alguns dos artistas das capas são Noboru KawasakiHiroshi Motomiya, Go Nagai, Tetsuya Chiba e outros. Podem falar o nome de mais autores se souberem.

(como eu queria saber o nome do artista que fez estas ilustras mais realistas em algumas delas! Se alguém souber, canta a bola aqui!)

sh1 sh2 sh3 sh5 sh6 sh7 sh8 sh12 sh13 sj1 sj3 sj4 sj5 sj7 sj8 sj10 sj11 sj12 sj13 sj16

Noboru Kawasaki – Retro manga

É inegável que a arte dos quadrinhos, em geral, deu uma evoluída estética fenomenal da explosão da década de 40 do século passado para agora. Naqueles tempos, de uma maneira geral, a arte dos quadrinhos era cartunizada, mal cuidada e amadora.

Não que não houvessem desenhadores muito competentes nas antigas, como Hal Foster, Edgar P JacobsWill Eisner, mas eles eram as exceções. No Japão, o traço era mais ou menos fraquinho, a arte dos mangas só começou a ficar mais “anatomicamente correta” nos anos 50 e 60. E um destes caras que começaram a fazer esta transição de cartoon para realista foi Noboru Kawasaki.

O cara ficou famoso, principalmente, pela obra Star of the Giants (Kyojin no Hoshi), escrita por Ikki Kajiwara e desenhada pro ele. Uma história de abusos infantis, violência, depressão e baseball. Mas confesso que a obra que curto mais dele, sobretudo pela arte, é Kouya no Shounen Isamu, um manga de faroeste e que está representado abaixo pela maioria das pranchas.

Acho o estilo de manga retrô dele bem legal! Curtam vocês também!

61vf9eqWT-L 71teNw3UjML 71VGEKDoiRL 717mMa1UmuL 342428_615 1340709984 A1NLaM85LnL d3f20978f88e0b06b5d3bbda0ad65153 isam03 jc1042 o065009191027975_650 viq4gx5

Bill Sienkiewicz – Linhas Ferozes

Post extra para começar o ano bem!

Eu não sei como eu demorei TANTO para postar artes do mestre “cinquévisqui”! Ele, junto com Dave McKean, foi um dos artistas que revolucionou a estética dos quadrinhos, mostrando artes num nível nunca antes visto para sua época.

O cara ficou mais famoso pela sua arte em Electra, Assassina, mas ele também fez muitos trabalhos fabulosos com os Novos Mutantes, Quarteto Fantástico, adaptações como Moby Dick e muitos outros!

Confira, abaixo, algumas das pranchas incríveis do sujeito!

4fa6a12e65164088b99d7d939773a298 782d58f044f61fff0277452d3c30bd90 169492-51723-wolverine 193781-135910-new-mutants 289637-bill_sienkiewicz_venture_bros_illustration1 2764097-shadow_sienkewicz 2785661-allsw_cv17_r1 2785678-tumblr_mcdjjewxup1qzoglfo1_1280 2789318-daredevil_elektra_1 3230568-tumblr_mrad56mcct1qg8i80o1_1280 3671862-1669636_627444613958965_724608480_o 3923453-tumblr_n7ti9ncb2o1qhmg1fo1_1280 aa320049f7f5b62fba11807e47e41a2a artwork-de-bill-sienkiewicz-07 bs14 d46abf6628d5cf9b6ea84157bf10b15a full-elektra-pbk

3535981dab4e0868f7361ae7060b9c25 bill-sienkiewicz

Jae Lee – Leveza e Realeza

E hoje teremos mais um para turma dos Lee!

jae1

Este sul-coreano chegou no mundo das hqs com um traço beeeeem parecidão de um outro certo “Lee” (também sul-coreano…) que fazia sucesso nos anos 90. Naquela época identidade de traçado não importava, mas sim fazer super-heróis marombados e platinados.

Óia como era genérico o trampo dele ANTIGAMENTE…
Namor-bff00

Felizmente, ao contrário de muitos artistas daquela época, seu traço evoluiu!

E hoje seu estilo, que no passado era xupinhado da geral, esbanja personalidade: leve, delicado, mas ainda assim exibindo força e realeza aos seus personagens. Você bate o olho você SABE que aquela arte foi feita pelo Jae Lee.

Confira abaixo algumas pranchas belíssimas do manolinho!
jae2 jae3 jae4 jae5 jae6 jae7 jae8 jae9 jae10 jae11 jae12 jae13 jae14

Benjamin Huen – Concepção

Conhecemos hoje um destes artistas que ficam escondidinhos: Benjamin Huen.

Ele é um destes concept artists que não aparecem muito, mas que têm um trampo essencial para coisas grandes (tipo games, filmes, seriados…) acontecerem.

Justamente por estar mais nas sombras nãos abemos muito sobre ele, apenas que ele desenha bem pra caralho! Vamos apreciar!

01 03 04 07 bomb me3_kai me3_kai_2 me3_ninja portrait copy simple_form sketches snorkeling space_man_small

Julio Shimamoto – Samurai do Pincel

Existem grandes monstros dos quadrinhos nacionais que permanecem desconhecidos para nós. Muitos deles marcaram à ferro e fogo os seus nomes em antigos títulos nacionais dos anos 60, 70 e 80 – estes, muitos deles, infelizmente esquecidos.

Um deles é o mestre Julio Shimamoto, um dos que conseguiram se destacar mais. Ele desenhou muitas hqs de terror (faziam muito sucesso no Brasil naquela época), eróticas e algumas de samurais – proto-mangas nacionais. Chegou até a desenhar uma infame hq com as aventuras de Pedro e Bino de Carga Pesada!

Eu poderia discorrer muito mais sobre ele, mas vou deixar o link de uma entrevista que o mestre deu e que você pode conferir NESTE LINK e assim conhecer mais do trabalho dele – além das belas pranchas abaixo, claro!

julia12 julio1 julio2 julio3 julio4 julio5

CargaPesada_01

julio6 julio8 julio9 julio10 julia7 julio11