Jussara Nunes – ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Hoje é o Dia do Caô!

O dia da pegadinha!

Por isto, ao invés de eu trazer para vocês uma(o) mestre foda e renomada(o) das ilustras, vocês vão conhecer o trabalho… meu!

Reuni aqui o melhor de mim! Minhas melhores ilustras! Espero que gostem! E não se esqueçam de conferir meu portifas AQUI e o meu Tumblr AQUI!

Este aqui é uma página de uma história que eu fiz ano passado para o Silent Manga Awards 7!

Você pode conferir a história, sem balões, AQUI!

AH, SIM!!! E com esta última ilustra, não deixem de conferir a minha hq no TAPAS: Hagakiri! – não esqueça de dar uma olhadinha no meu trabalho AQUI!!!

John Bolton – Vertigem em Quadrinhos

Conheci John Bolton pela primeira vez na minha pré-adolescência, época em que eu estava cansada de ler gibizinhos da turma da Mônica e as historinhas água com açúcar de Batman e X-men e queria algo mais pesado… foi quando eu descobri o selo Vertigo e fui apresentada a uma das minhas primeiras histórias para “adultos”: os Livros da Magia.

Lembro de ter ficado impressionada, na época, com a arte poderosa daquele meu primeiro autor “adulto”: John Bolton, que ilustrou a primeira edição. Aquilo me marcou pra caralho e eu só queria ler obras que tivessem aquele nível de desenho – motivo pelo qual demorei muito para ler Sandman quando vi o traço… preconceito, claro! Pois a história é fodona.

Confira abaixo algumas das pranchas deste grande ilustrador!

Jesse van Dijk – Destinado à Arte

Este holandês é conhecido pelo seu trabalho na empresa de games Bungie, a mesma que desenvolveu os primeiros games da Halo e, atualmente, é o diretor chefe de criação do game Destiny.

Se você é fã destes games (ou um gamer em geral) você já deve ter percebido que o cara impõe respeito! E vai achar que ele impõe muito mais ao ver as pranchas do cara logo abaixo! Uma mais foda que a outra!

Boichi – Quebrando Barreiras

Uma grande quantidade de mangakas japoneses já se tornou famosa nestas últimas décadas, mas outros artistas de mangas de outros países ainda estão tentando se destacar no mundo dos quadrinhos nipônicos. Um que já conseguiu garantir o seu lugar é Boichi.

Este sul coreano conseguiu ultrapassar uma das maiores barreiras do mundo editorial japonês: o preconceito. Quadrinhos não-japoneses sofrem um boicote grande. Mesmo que Batman, Superman, X-men, Asterix e Smurfs sejam conhecidos na japa pelos desenhos animados e outros produtos, os quadrinhos em si vendem quase nada. Uma pena! A única forma de um estrangeiro conseguir um pouco mais de notoriedade é conseguindo publicar diretamente no Japão… e foi o que Boichi conseguiu!

E dá para ver que ele fez por merecer! Confira abaixo as artes incríveis do cara!

boichi boichi0 boichi1 boichi2 boichi3 boichi4 boichi5 boichi6 boichi7 boichi8 boichi9 boichi13 boichi14

 

boichi15 boichi16 boichi17