Gérard Trignac – Ponto para a Fuga

Antes de trabalhar com ilustração, Gérard Trignac queria ser arquiteto. Aí você olha para as ilustras dele e pensa: “Não brinca!”

Estes francês ama réguas e pontos de fuga e os defende (e usa) até a morte! Muitos de seus cenários mostram grandes estruturas vazias, e algumas um tanto quanto decadentes. Pode-se dizer que algumas delas seriam ambientações perfeitas para filmes de horror.

Você pode conferir um pouco da sua beleza (e esforço!) nas pranchas abaixo:

Melissa McCracken – Sinestesia

Para quem não sabe, “sinestesia” é a relação que certos sentidos tem uns com os outros e que nos causam sensações difíceis de explicar, mas que são bem conhecidas. Como, por exemplo, você sentir o gosto de alguma coisa só de sentir o cheiro. Ou você sentir a sensação de tocar em certa coisa só de olhar. Expressões aparentemente sem sentido, como “uma cor estridente” (relacionando visão com audição) são traduções de sensações sinestésicas.

Esta mina, Melissa (nome da minha prima!), curte fazer umas ilustrações baseadas nas sensações que ela tem ao ouvir música! No caso, ela possui uma condição que, embora não seja uma doença, faz com que ela associe cores ao som o tempo todo (por exemplo: segundo ela, a letra “C” é da cor amarelo canário). Ela ouve a música e traduz, em imagem, o que ela representa.

Veja abaixo algumas de suas telas e as canções que a inspiraram a pintar:

Time – Pink Floyd

Cello Suite No. 1. – Bach

Karma Police – Radiohead

Little Wing – Jimi Hendrix

Julia – The Beatles

Life on Mars – David Bowie

Lucky – Radiohead

Gravity – John Mayer

Imagine – John Lennon

Joy in Repetition – Prince

Tonight, Tonight – Smashing Pumpkins

Flip – Glass Animals

Pozuka Demizu – Prancha Prometida

Duas boas notícias! Vocês devem ter reparado que faz um tempo que estou postando dois posts por semana, né? Pois é! O blog, agora, retorna ao seu antigo ritmo de duas postagens por semana – uma no domingo e outra na quinta.

A segunda boa notícia é a estréia desta artista aqui! Co-autora de um dos mangas de maior sucesso no semanário de mangas Shonen Jump, atualmente, é a série The Promised Neverland.

Ela começou tímida, com um roteirista novato ancorado por uma ilustradora que tinha fama só na internet: Pozuka Demizu. Aos poucos, com suas trama extraordinária, a obra começou a ficar mais e mais famosa, até explodir em popularidade… merecidamente! E a nossa ilustradora fodona acabou ficando ainda mais conhecida!

Sua técnica tem um traço bem solto, mas longe de ser descuidado. Junto com suas cores, ela cria pranchas magníficas! Neste post aqui darei destaque às ilustrações, estudos e páginas que ela fez para o manga, mas vocês podem conferir a galeria fodona da mina AQUI. Não vão se arrepender!

10maior

cs7vqe0vmaaksix the-promised-neverland-8010865 the-promised-neverland-8011171 tpn tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo1_500 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo2_500 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo3_500 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo4_400 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo5_400 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo6_500 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo7_500 tumblr_ob9in5nyds1qjnhvyo8_400the-promised-neverland-8212633

tumblr_ob9iulgxve1qjnhvyo1_500 tumblr_ob9iulgxve1qjnhvyo2_1280

Francesca Woodman – Fotografia Assombrada

São muitas as histórias trágicas de grandes talentos artísticos que se perderam vítimas da autodestruição. Hoje, vamos conhecer uma jovem fotógrafa que abreviou sua curta vida com apenas 22 anos, deixando para trás um rastro de fotos assombradas: Francesca Woodman.

A jovem começou a clicar com 13 anos e se especializou em fazer retratos (muitos deles com ela própria) de cunho misterioso, documentário e semi erótico. Ela se formou numa escola de artes na Itália e vivia rodeada de artistas e seus excessos nos estranhos e depressivos anos 70.

Francesca não deixou bilhete de suicídio, de modo que o verdadeiro motivo do seu ato permanecerá um mistério – assim como suas fotos.

Francesca-Woodman

1-heart-shaped-bricks-ii-greg-allum

cat Francesca-Woodman_1 Francesca-Woodman_2

0a

Francesca-Woodman_3 Francesca-Woodman_9 Francesca-Woodman_11 Francesca-Woodman_12

0b 0c 0d 0e 0f 0g 0h 0i 0j

Francesca-Woodman_13 Francesca-Woodman_14-600x601 Francesca-Woodman_16 Francesca-Woodman_17 Francesca-Woodman_18 Francesca-Woodman_21 Francesca-Woodman_22 Francesca-Woodman_25 Francesca-Woodman_26 Francesca-Woodman_29 Francesca-Woodman_32 Francesca-Woodman_37

0l

0m

Capas – The New Yorker

Algumas revistas entram para a história não só pelo seu belo recheio, mas também pelas suas belíssimas capas.

A The New Yorker é uma das revistas mais tradicionais e prestigiadas, não só nos Estados Unidos como no mundo. Suas capas sempre foram também um sinônimo de eficiência na hora de vender e encantar. Muitos artistas passaram por ela, entre eles estão Art Spielgeman, Tomer Hanuka e o mítico Arthur Getz que contribuiu para a revista por 50 anos.

n1 n2 n2b n3 n4 Untitled-2 n6 Layout 1 n8 n8b n9 n10 n11 CV1_TNY_09_12_11Juan.indd n12 n13 n14 n15 n16 n17

Jongkie – Beleza na ponta do pincel

Vamos abrir os serviços para a Indonésia!

Luqman Reza Mulyono, mais conhecido como ‘Jongkie’, curte demais pintar usando aquarelas! Usando o bom e velho estilo da água no papel, criando imagens oníricas deslumbrantes! Seus temas mais recorrentes são animais e naturezas, todos retratados de forma muito pessoal e bel – e de fez em quando ele coloca uns humaninhos sinistros nela,s mas tudo bem.

Veja toda esta beleza com seus próprios olhos.

Watercolor-Lead-Me-To-Make-An-Expressive-And-Whimsical-Animal-Illustration18__700 xudozhnik_Luqman_Reza_Mulyono_01 tumblr_o0w3ffZD2s1rg590io5_1280 tumblr_o0w3fyN9Xw1rv33k2o4_1280 tumblr_o4nqf1E6TS1usocwao1_1280 4Symbols3 522f33724608e893c8bf24259d27478b 9943e1c0abee439b80fbe3049e8bedb9 13116771_248861502144716_71257450_n af11af5d73df9cbf72a2897aa1012894 Beautiful-Watercolor-Animal-Illustrations-by-Luqman-Reza-Mulyono-01 Beautiful-Watercolor-Animal-Illustrations-by-Luqman-Reza-Mulyono-02 Beautiful-Watercolor-Animal-Illustrations-by-Luqman-Reza-Mulyono-05 Beautiful-Watercolor-Animal-Illustrations-by-Luqman-Reza-Mulyono-07 Gondor_by_Luqman_Reza inner-beauty My-Emotional-Feeling-Lead-Me-To-Paint-Animal-Illustration-In-Watercolor1__700

Emil Melmoth – Horror em Resina

Esculturas?!

Sim… esculturas!

O primeiro mexicano do blog, embora não seja o primeiro escultor (já tivemos Michelangelo aqui faz uma cara), embora esta seja a inauguração da tag. Este maluco faz algumas das esculturas mais insanas que eu já vi! Seus temas são bem macabros, mexendo com o imaginário religioso do povo.

Você pode conferir uma amostra destas obras de arte aterradoras logo abaixo!