Gottfried Helnwein – Infância Perturbada

Este cara é um puta artista! Um pintor de mão cheia que, além de fuder a rodelinha com um estilo hyper-realista bem bacana de se ver, ele ainda é mestre em representar temas bastante perturbadores! E uma das suas especialidades é:

Crianças Mortas.

Crianças com Armas nas Mãos.

Crianças Sozinhas.

Crianças.

Puta assustador! De mexer com a cabeça de pessoas sensíveis.

Obviamente muita gente acha o trampo do cara de extremo mau gosto. Porém, como diz William S. Burroughs, numa frase que aparece no próprio site do artista (que você pode conferir AQUI==> http://www.helnwein.com/) e que foi dirigida especialmente para ele: “É função do artista evocar a sensação de reconhecimento-surpresa. Mostrar ao expectador o que ele sabe, mas não sabe que sabe. Helnwein é um mestre do reconhecimento-surpresa.”

Veja as obras abaixo e… reconheça-se!

E como bônus, criador e criatura! Helnwein diante de uma tela onde mistura seu estilo hyper-realista com elementos da cultura pop – que são igualmente assustadores!

Franz von Bayros – Linhas Eróticas

Tire as crianças da frente do computador (se você puder), tranque a porta do quartinho, abaixe a luz. As próximas artes são para maiores de 18 anos!

Apresento-lhes mestre Franz von Bayros, um dos grandes mestres da arte erótica mundial!

Um austríaco safado pra caralho que desenhava as fantasias mais malucas da nobreza da virada do século XIX e XX. E ao contrário de muitos artistas de temas onanistas que já existiam desde aquela época, Bayros destacava-se pelo extremo bom gosto que tinha em desenvolver as imagens, sem falar no traço maravilhoso e no extremo cuidado com o acabamento. Como você vai conferir logo abaixo.

As imagens são tão belas que até o tema pervertido se perde (ok, não muito…). Resta apenas uma obra gráfica leve e belíssima!