Daniel Hernandez Morillo – Delicadeza

Hora de conhecermos mais um artista de estilo clássico!

Mestre Morillo, artista peruano, nos presenteia com belas telas exibindo a beleza da Belle Époque! Como muitos artistas da sua época, ele viajou para Paris, na França, e mimetizou o estilo vigente da época – sem falar nos maneirismos e costumes da sociedade européia daqueles tempos.

Suas telas são super delicadas e exibem belas cenas cotidianas. Apreciem!

Robert Fawcett – Olho Vivo

A arte pictórica geralmente exige que você tenha um bom olho e muito treino de observação.

Curiosamente, um dos ilustradores ingleses mais prolixos da metade do século passado possuía um problema que, certamente, desmotivaria a maioria dos pretensos pintores: ele era daltônico.

Porém, fazendo bom uso da sua própria deficiência, ele conseguia criar paletas bem tonalizadas, muitas vezes utilizando não mais que duas ou três cores misturadas. Sem falar que seu traço tinha muita energia para cenas de ação e movimento, como você poderá conferir logo abaixo!

J C Leyendecker – Gostosos!

Natal passou e merece agora um combo 2 do senhor Leyendecker! E uma informação histórica interessante que eu não sabia: ele foi um dos primeiros ilustradores a colocar um tom sutilmente “gay” em suas ilustrações!

Curiosamente, foi ISTO que fez com que os anúncios e capas de revista que ele fazia venderem muito mais! Freud explica!

Albert Joseph Moore – Era Antiga

Hora de conhecermos mais um classicão. Mestre Moore foi um pintor inglês notório por desenhar belas e lânguidas mulheres encenando a beleza e a decadência do mundo antigo.

Seus temas sempre giravam em torno da Grécia antiga, Roma, períodos folclóricos  e coisas do tipo, sempre com suas personagens relaxando ou apenas curtindo a vida com tranquilidade. A leveza do seu estilo cativava, assim como o alto detalhamento de suas pinturas, sobretudo no trato com os tecidos e com o cenário.

Você pode conferir a obra do cara logo abaixo!

Philippe Halsman – Capturando Movimentos

Parece que vocês curtiram as fotos da ESPN, então vamos abrir os serviços para o primeiro autor solo da nossa nova categoria aqui no blog!

Philippe Halsman entrou na sala!

00

Nascido em Latívia, mas naturalizado americano. O cara começou fazendo retratos ‘comuns’… ou seria dizendo, estilosos? Fotografou uma porrada de celebridades – Clint Eastwood, Marlin Moonroe, Wood Allen, Salvador Dalí, etc -, mas ficou conhecido pelas suas fotos surrealistas e sua série de fotografias onde ele curtia colocar a turma prá pular!

Ficou muito notório em sua época, trabalhando na NBC e fotografando as estrelas do momento, como o comediante Jerry Lewis. Confira um pouco da sua obra abaixo!

0cd2c279c728a76772789e41035361b1 95b05cee128c894b5fbbc0dddef5dbc7 888b7977e1cbea7969895c4bc6a9431e 347806 145229895_c2ca488dbf_o 21767983894_e8fa13bf9e_b bobby-clark-fc1a-diaporama c591ff174cc5aa1682d2474eeccdcabd ead48b159a192db8ec4333143e579f85 halsman_05 halsman_07 halsman_13 halsman_woddy-allen par87777 philippe_halsman_015 philippe-halsman1 philippe-halsman2 philippe-halsman5 philippe-halsman-clint-eastwood-web tumblr_m4sxigsxnm1qbwvhpo1_500

Norman Rockwell – Mestrão dos Mestrões

Vixe… na retrospectiva que tenho feito nas ultimas semanas percebi que estou em MUITA falta com mestre Rockwell. Puuuuutz!

Um dos ilustradores mais fodedolões da história que, não apenas era o pica das galáxias em termos de arte, mas um dos grandes defensores dos movimentos anti-racismo e anti segregação religiosa. E eu só postei dois míseros postinhos dele? Qual é?!

Vamos ver mais umas pranchas fodas do tiozinho nessa porra!

nr1 nr2 nr3 nr4 nr5 nr6 nr7 nr8 nr9 nr10 nr11 nr12 nr13 nr14 nr15 nr16 nr17 nr18 nr19 nr20