Valeria Docampo – Fofísse

Ok! Hoje vamos conhecer a ilustradora argentina Valéria Docampo!

Ela é especializada em artes para livros infantis, algo que ela faz com primazia em seu estilo fofinho e com métodos analógicos de pintura. Ela até já ganhou prêmios internacionais como desenhadora destas paradinhas e é relativamente famosa no mundo editorial internacional.

Você pode conferir algumas belas imagens oníricas e bunitinhas que ela faz logo abaixo!

Giotto di Bondone – Florescer da Nova Arte

Hoje vamos conhecer um clássico beeeeeeem das antigas!

Giotto di Bondone foi um pintor e arquiteto italiano que viveu entre 1267 a 1337. Teve uma vida bastante longa para um homem medieval e, certamente, era um dos melhores artistas de sua época.

A arte pictórica da época era muito “plana”, com anatomia errônea e baixa qualidade, porém Giotto inspirou-se nas esculturas para tentar dar volume Às suas figuras humanas, proporcionando a elas alguma leveza. Para a época, sua arte era bem rebuscada e muito bem feita. Suas figuras santas tinham um ar humanizado, sendo que o pintor é considerado o elo perdido entre a arte medieval e o renascentismo.

Vamos conferir algumas de suas telas abaixo:

 

Denis Gordeev – Um Lápis para a Todos Dominar

Vamos apresentar mais um artista russo nesta budega, embora eu não tenha conseguido muitas informações sobre ele, o senhor Gordeev ficou famoso em seu país de origem por ilustrar belamente os livros de O Senhor dos Anéis.

O que você verá aqui é uma amostra de algumas de suas artes para esta epopéia da fantasia épica. Vamos lá!

Victor Ambrus – Fantasia Solta

Hora de conhecer mais um mestre das ilustrações históricas e de fantasia. Nascido na Hungria sob o nome László Győző Ambrus, mas naturalizado britânico, este incrível ilustrador tem um estilo super especial!

Mestre Ambrus chegou a ficar conhecido na televisão britânica com suas artes, reproduzindo de forma pictórica cenários das escavações dos programas de documentários da televisão inglesa. Como vocês podem conferir abaixo, o seu estilo soltão e suas cores rebeldes causam um efeito muito bonito de se admirar.

Ele também já trabalhou desenhando para várias editoras e você pode conferir uma amostra do trampo do cara logo abaixo!

Ziraldo – Ilustrador Maluquinho

São poucos no Brasil que jamais ouviram falar no nome de Ziraldo. Ou mesmo de seu personagem mais icônico: o Menino Maluquinho. Mas o que muita gente não sabe é que este ilustrador brasileiro não apenas criou excelentes personagens para os quadrinhos infantis (incluindo também a Turma do Pererê) como também trabalhou para diversas mídias impressas nas suas longas décadas de carreira.

Ziraldo trabalhou desenhando posters de filmes, capas de livros, ilustrações publicitárias e editoriais. Ficou famoso com suas charges no mítico jornal O Pasquim, onde na companhia de vários outros artistas desafiava a censura da ditadura militar.

A carreira deste cara é vasta! E o que vamos apresentar aqui neste posta é apenas uma pequeeeeena pincelada em alguns de seus trabalhos! Confira!

Robert Fawcett – Olho Vivo

A arte pictórica geralmente exige que você tenha um bom olho e muito treino de observação.

Curiosamente, um dos ilustradores ingleses mais prolixos da metade do século passado possuía um problema que, certamente, desmotivaria a maioria dos pretensos pintores: ele era daltônico.

Porém, fazendo bom uso da sua própria deficiência, ele conseguia criar paletas bem tonalizadas, muitas vezes utilizando não mais que duas ou três cores misturadas. Sem falar que seu traço tinha muita energia para cenas de ação e movimento, como você poderá conferir logo abaixo!