Phobs – Belos Traços

Eu não poderia encerrar o blog sem fazer um repeteco do genial Phobs aqui no blog.

Este cara desenhou, por muito tempo, artes geniais misturando o traço das W.I.T.C.H.s com personalidades histórias da segunda guerra. Agora ele trabalha num quadrinho próprio chamado “Major Thunder” (na verdade, um nome em russo que não consigo reproduzir aqui).

Como podem ver, o trampo do cara evoluiu ainda mais! Confira!

Oscar Martin – Cartoon Feroz

Este cara desenhou uma porção de cartoons durante toda a sua vida! Dos quadrinhos do Tom e Jerry, passando por Disney e Warner bros. Sempre seguindo aquele estilo cartunizado que fez a alegria da criançada nas manhãs de sábado na televisão.

Porém, é com suas obras cartunescas autorais que o cara arrasa! Sua obra, The Terrifying World of Bobby (já ouviu algo parecido?!) e também SOLO – Los Supervivientes del Caos – são fodas PRA CARALHO!!! Basta dar uma olhada logo abaixo nas pranchas animais do cara e confirmar!

Danusko Campos – O Rugido do Leão

Existem muitos quadrinhos brasileiros que são fantásticos, mas poucos conhecem. Um que eu gostaria de recomendar á todos é a série Leão Negro, de Cynthia Carvalho – uma brutal e melancólica aventura de fantasia medieval com felinos em forma humana.

Foi graças à esta magnífica série que eu conheci o trampo igualmente magnífico de Danusko Campos. O cara tem um traço muito bonito e consegue fazer composições de páginas como poucos!

Abaixo você pode conferir as páginas deste mestre, não apenas da série Leão Negro, mas também de outros trampos do maluco.

Jussara Nunes – ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Hoje é o Dia do Caô!

O dia da pegadinha!

Por isto, ao invés de eu trazer para vocês uma(o) mestre foda e renomada(o) das ilustras, vocês vão conhecer o trabalho… meu!

Reuni aqui o melhor de mim! Minhas melhores ilustras! Espero que gostem! E não se esqueçam de conferir meu portifas AQUI e o meu Tumblr AQUI!

Este aqui é uma página de uma história que eu fiz ano passado para o Silent Manga Awards 7!

Você pode conferir a história, sem balões, AQUI!

AH, SIM!!! E com esta última ilustra, não deixem de conferir a minha hq no TAPAS: Hagakiri! – não esqueça de dar uma olhadinha no meu trabalho AQUI!!!

William Hogarth – O Hipster dos Quadrinhos

Existem muitos artistas que, embora suas técnicas não fossem exatamente incríveis, eles se destacaram por estarem na vanguarda de movimentos artísticos e ideias revolucionárias. Mestre Hogarth aqui ficou conhecido por ser considerado, ainda no século XVII, o percursor dos quadrinhos!

Muitas das sua gravuras – e alguns de seus quadros – mostravam “antes e depois” de diversas situações cotidianas. Embora elas fossem carregadas da moralidade da época, eram realmente bem interessantes do ponto de vista artístico. Muitas delas tinham texto explicativo e em alguns até proto-balões de fala, na forma de pergaminhos saindo da boca dos personagens… era realmente um proto-quadrinhos!

Sem falar que seus quadros também eram revolucionários pelas suas honestas retratações do cotidiano. Ele também foi um dos primeiros a pintar retratos da “classe operária”, a qual este tipo de privilégio era negado pela falta de recursos.

Você pode conferir abaixo alguns de seus quadros e gravuras!

Monique Novaes – There’s a light that never goes out

Querida amiga Monique…

A arte é como uma luz que ilumina a raça humana – a única coisa que, efetivamente, nos diferencia dos outros animais (até agora…). Mas sei o quanto, às vezes, manter esta luz acesa é desafiador.

Todos nós temos nossos contratempos – dos quais eu sempre vou acreditar que são apenas testes para nos tornarem mais fortes e mais atentos ao que nós mesmos estamos trazendo para nossas vidas. Alguns golpes que a vida lhe deu foram mais duros que outros, principalmente na área da sua profissão de sonho: a ilustração e os quadrinhos. Você teve muitas dificuldades e frustrações como desenhista, algumas das quais eu testemunhei anos atrás. E embora os compromissos da vida tenham nos distanciado, ainda sinto-me muito conectada à sua bela arte.

Ninguém deixa de ser artista só porque não trabalha mais nesta área. Portanto, embora o túnel possa ser longo e escuro, mantenha sempre esta luzinha acesa do seu desenho consigo! Ela sempre vai iluminar alguém!

Eis aqui a publicação de algumas ilustras lindas que você fez.

monique (8) monique (9) monique (10) monique (11) monique (12) monique (13) monique (14) monique (15) monique (16) monique (17) monique (18) monique (100) monique (200) pgaia-p31 pgaia-p32 pgaia-p33 1 monique (2) monique (3) monique (4) monique (5) monique (6)

Julio Shimamoto – Samurai do Pincel

Existem grandes monstros dos quadrinhos nacionais que permanecem desconhecidos para nós. Muitos deles marcaram à ferro e fogo os seus nomes em antigos títulos nacionais dos anos 60, 70 e 80 – estes, muitos deles, infelizmente esquecidos.

Um deles é o mestre Julio Shimamoto, um dos que conseguiram se destacar mais. Ele desenhou muitas hqs de terror (faziam muito sucesso no Brasil naquela época), eróticas e algumas de samurais – proto-mangas nacionais. Chegou até a desenhar uma infame hq com as aventuras de Pedro e Bino de Carga Pesada!

Eu poderia discorrer muito mais sobre ele, mas vou deixar o link de uma entrevista que o mestre deu e que você pode conferir NESTE LINK e assim conhecer mais do trabalho dele – além das belas pranchas abaixo, claro!

julia12 julio1 julio2 julio3 julio4 julio5

CargaPesada_01

julio6 julio8 julio9 julio10 julia7 julio11